Categorias
Cidades Inteligentes Startup

Cascais: soluções que andam de mãos dadas com o meio ambiente!

Cascais, Cidade Inteligente, exemplo de mobilidade urbana sustentável.

Cidade Inteligente ou Smart City pode parecer um nome “pomposo”, mas são ações básicas que simplificam o cotidiano das pessoas.

Veja o exemplo da cidade de Cascais, em Portugal, que, desde 2016, investiu em uma infraestrutura necessária para a população urbana: a mobilidade sustentável. Esse é um ponto chave a ser repensado com o crescimento constante da população e o costumeiro uso do transporte individual.

A utilização contínua do automóvel promove a emissão de gases para a atmosfera (poluição), congestionamentos de trânsito e respectivos custos (monetários e de tempo); segurança rodoviária e até desafios com espaço! 

Um poderia apontar que carros elétricos resolveria a questão da poluição, mas e os demais aspectos?

Primeiramente, eles trabalharam na conscientização de que a utilização dos transportes coletivos deve ser a primeira escolha e que nas distâncias curtas o uso gratuito de bicicletas, bicicletas elétricas (sistema bike sharing) patinetes e até uma boa caminhada – essas soluções também foram inseridas nos serviços da rede de transporte público. 

Além disso, estabeleceram parcerias com a iniciativa privada para oferecer carros elétricos (sistema car sharing) e instalar postos de recargas para os veículos. 

Desde então, até os estacionamentos públicos estão ganhando atenção especial para serem totalmente autossustentável: iluminação assegurada por energia eólica e fotovoltaica.

Há, ainda, na Cascais Inteligente, um sistema de pontuação que visa premiar a poupança na emissão de CO2. Tudo a favor da descarbonização e, consequentemente, a favor das pessoas!

As inovações não param por aí… Também, em parceria com empresas, foi desenvolvida e implementada solução que visa, em tempo real, localizar estacionamentos livres para habitantes e visitantes que, especificamente, têm mobilidade reduzida.

Há um conjunto de oportunidades para melhorar a qualidade de vida dos cascalenses por meio da tecnologia.

Outro destaque da cidade é a eficiência energética. Além da substituição da iluminação pública por LED, o sistema adotado permite comandar a intensidade e o funcionamento por meio de computadores ou smartphones, ajustá-lo à utilização do espaço e aos horários, facilitando o ligar/desligar e a substituição/reparação imediata no caso de anomalias. Esse sistema inovador permite poupar 85% na fatura energética da cidade.

Os resultados têm sido tão positivos que autoridades anunciaram um plano de Um Milhão de Euros em oito anos sendo grande parte desse investimento aportado pela iniciativa privada.  E, já posicionaram Cascais como “um território aberto à inovação e ser o laboratório onde as empresas possam fazer experiência nas soluções tecnológicas que melhorem a vida da comunidade”.

Aí, a pergunta que paira no ar…. no quesito Cidade Inteligente, o que as cidades brasileiras podem adotar dessas soluções?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *